Destaques

07 de Julho de 2022

Sobre o estágio pós-doutoral:
    Entendem-se por Estágio Pós-Doutoral as atividades de pesquisa realizadas junto a Programas de Pós-Graduação (PPG) stricto sensu da Universidade Brasília (UnB), por portadora/portador do título de Doutora/Doutor, acompanhada/o por uma/um supervisora/supervisor. O Estágio Pós-Doutoral poderá incluir atividades de ensino, tanto em Curso de Pós-Graduação quanto de Graduação, desde que devidamente acompanhadas por uma/um supervisora/supervisor.
     O tempo de permanência no Estágio Pós-Doutoral será de no mínimo 3 (três) e de no máximo 12 (doze) meses, podendo ocorrer prorrogações de até 12 (doze) meses, a critério do colegiado do PPG, mediante parecer circunstanciado da/o supervisora/supervisor, aprovado em reunião colegiada.
 
 
Os documentos necessários são:
  1 - Formulário de inscrição definido pelo Decanato de Pós-graduação da Universidade de Brasília; 
       •  SEI: Formulário específico, atualizado, assinado pelo (a) pesquisador (a) interessado (a), com todos os campos devidamente preenchidos, disponível para uso pelos usuários do SEI. Escolha o Tipo do Documento: "Formulário Específico Pesquisador Colaborador"

  2- Carta de aceite do(a) professor(a) supervisor(a) vinculada/o ao PPG pretendido;
  3 - cópia do Diploma de Doutorado  expedido por instituição nacional ou estrangeira;
       •  É desejável incluir o histórico escolar
  4 - Currículo Lattes atualizado, no máximo há 30 dias;
  5 - Plano de trabalho, contendo:
       •  Projeto de pesquisa resumido (no máximo 15 páginas), incluindo cronograma de execução das atividades;
       •  Atividade de ensino (se houver);
            - As atividades previstas no plano de trabalho devem ser realizadas na UnB, salvo no período da coleta de dados e no caso de cooperação técnica e acadêmica com outras instituições de ensino 
       •  Plano de publicações com cronograma e resumo dos trabalhos, se houver
   6 - Declaração de instituição ou empresa autorizando o afastamento para a realização das atividades previstas no estágio pós-doutoral, caso a/o candidata/o possua vínculo empregatício; 
       • A declaração da instituição pode ser apresentada até o registro do candidato pela SAA;
   7 - Caso haja vínculo empregatício, sem afastamento, carta de anuência da instituição para a realização das atividades estabelecidas no plano de trabalho;
   8 - Comprovante de recebimento de bolsa de órgãos de fomento ou de outras fontes, caso a/o candidata/o disponha de bolsa de estudos e/ou pesquisa.   
   9 - Documentação civil: RG, CPF e Certidão de quitação eleitoral.

 

Legislações de interesse:

- Resolução CEPE 0113/2021 - Estabelece as normas para a realização do Estágio Pós-Doutoral na Universidade de Brasília.

 

anpur 40 anos 16

 

Em 1997 a ANPUR instituiu o Prêmio Brasileiro “Política e Planejamento Urbano e Regional”, que é uma premiação bienal, que contempla a produção nesse amplo campo de atividades nas categorias: livro, tese de doutorado e dissertação de mestrado. Em 2003, foi instituído o Prêmio Milton Santos, para a categoria melhor artigo, em 2012 foi criado o Prêmio Ana Clara Torres Ribeiro na categoria melhor livro e em 2016 o Prêmio Rodrigo Simões na categoria de melhor tese de doutorado. Em 2023, a ANPUR realizará a primeira edição do concurso para Extensão Universitária, contemplando projetos, programas e atividades de extensão desenvolvidos no âmbito dos Programas de Pós-graduação filiados.

 

Os editais estão disponíveis no endereço: http://anpur.org.br/eventos-e-premios/premiacoes/

25 escritórios, práticas, profissionais autônomos e startups de 5 continentes e 18 países foram selecionados pela iniciativa Novas Práticas 2023, a mais recente edição da pesquisa anual do ArchDaily, realizada desde 2020, que busca lançar luz sobre aqueles profissionais que estão se destacando na arquitetura em tempos instáveis e de grandes desafios.

archdaily selects the best new practices of 2023 27

https://www.archdaily.com.br/br/993649/archdaily-seleciona-as-melhores-novas-praticas-de-arquitetura-de-2023

 

 

O Centro de Pesquisa e Aplicação de Bambu e Fibras Naturais, da Universidade de Brasília – CPAB/UnB torna público e convida os interessados a apresentarem projetos e trabalhos de pesquisa nos termos do presente Edital N. 05/2022 – CPAB/UnB simplificado para seleção de dois estudantes de pós-graduação – mestrado e doutorado – das áreas afins do CPAB/UnB (Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Florestal, Botânica e Engenharia Agronômica, Ciências Econômicas, Biotecnologia e Engenharia Ambiental), de acordo com as linhas de atuação do CPAB/UnB.Os interessados devem acessar o Portal do Centro pelo endereço: www.cpab.unb.br e na página principal acessar a íntegra do Edital N. 05/2022 – CPAB/UnB e anexo para efetuar a inscrição. Qualquer dúvida entrar em contato pelo endereço de e-mail do CPAB/UnB: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Anderson Marcos de Souza Diretor do CPAB/UnB ATENÇÃO – O conteúdo deste informe é de inteira responsabilidade de seu(s) autor(es). As dúvidas e os pedidos de esclarecimentos devem ser encaminhados à unidade que emitiu o conteúdo.

 

 

 

24 de Fevereiro de 2022

Cidades Justas e urbanismo

Cidades justas a partir da mobilidade urbana;

Bens públicos como elementos de justiça urbana;

O espaço público como elemento de transformação social;

Perspectivas para uma cidade justa;

 

Debatedores:

Professor Benny Schvarsberg - Arquiteto e urbanista UFF/RJ(1982), mestre em planejamento urbano e regional (IPPUR/UFRJ/1989), doutor em sociologia urbana (UnB/1993), é pesquisador e docente de urbanismo e planejamento urbano na graduação, mestrado e doutorado da FAU/UnB desde 1992, atualmente Professor Titular, é assessor para assuntos estratégicos da reitora da UnB e conselheiro do IAB/DF. Autor de diversos artigos e publicações na área de planejamento urbano.

(...)

 

https://www.sympla.com.br/evento/seminario-cidades-justas-hibrido/1485607

O Núcleo de Estética, Hermenêutica e Semiótica, NEHS, da FAU/UnB, decidiu organizar no final de 2021 o seu quinto Simpósio Internacional de Estética e Semiótica. Foi marcado para os dias 18 e 19 de novembro, como os dois últimos dias do Coordenador do Núcleo e Editor da RES, Flávio R. Kothe, enquanto professor ativo do quadro. A Comissão Organizadora resolveu transformar o evento numa homenagem de despedida. O NEHS teve o grande prazer de reencontrar professores de fora de Brasília e que já haviam participado anteriormente, colegas de Porto Alegre, Córdoba, Mendoza, Minho. O evento foi transmitido ao vivo pelo Youtube e foram feitas gravações das palestras. Por causa da pandemia, o evento foi feito no modo virtual. Aqui estamos publicando parte substancial das palestras e comunicações do Simpósio. Segundo informações colhidas junto ao Portal de Periódicos da Biblioteca Central da Universidade, vários artigos publicados na RES durante seus 11 anos de existência alcançaram centenas e até milhares de leituras em todos os continentes. É um sinal claro de que a opção feita na linha editorial, a refletir uma linha de pesquisa interdisciplinar, tem encontrado interesse e respaldo.

 

Acesse a Revista:

https://periodicos.unb.br/index.php/esteticaesemiotica

 

 

LIMIARIDADE:
processos e práticas em arquitetura e urbanismo

Autores: Ricardo Trevisan - Milena d’Ayala Valva - Gabriela de Souza Tenorio - Carolina Pescatori Candido da Silva - Marbel Del Carmen Aliaga Fuentes - Pedro Paulo Palazzo De Almeida - Poliene Soares dos Santos Bicalho (Orgs.)

 

https://www.editoracrv.com.br/produtos/detalhes/36820-crv

O Decanato de Pesquisa e Inovação (DPI) divulga a Retificação 03 da Chamada Pública DPI n. 02/2022.Por oportuno, informa que o prazo para recursos foi estendido até 08 de abril (sexta-feira).Para mais informações, acesse: http://www.dpi.unb.br/editais/chamada-publica-dpi-n-02-2022DPI - Chamada Pública DPI n. 02/2022Chamada Pública DPI n. 02/2021 27/01/2022 O Decanato de Pesquisa e Inovação (DPI) da Universidade de Brasília (UnB) torna pública a Chamada Pública nº 02/2021, que visa fortalecer os indicadores acadêmicos de pesquisa e inovação da UnB, por meio de apoio à atualização e manutenção de Laboratórios de Pesquisa Multiusuários (LPM) da Universidade de Brasília, de acordo com ...www.dpi.unb.br Atenciosamente,Cláudia Naves David AmorimDecana Substituta de Pesquisa e InovaçãoATENÇÃO – O conteúdo deste informe é de inteira responsabilidade de seu(s) autor(es). As dúvidas e os pedidos de esclarecimentos devem ser encaminhados à unidade que emitiu o conteúdo

SELEÇÃO PÚBLICA MCTI/FINEP/FNDCT – DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIAS PARA MONETIZAÇÃO DO GÁS NATURAL DO PRÉ-SAL – 01/2022À comunidade da UnB:O Decanato de Pesquisa e Inovação (DPI) divulga a SELEÇÃO PÚBLICA MCTI/FINEP/FNDCT – DESENVOLVIMENTO DE TECNOLOGIAS PARA MONETIZAÇÃO DO GÁS NATURAL DO PRÉ-SAL – 01/2022, disponível no link: http://www.finep.gov.br/chamadas-publicas/chamadapublica/677

Esta seleção pública objetiva conceder recursos financeiros para ICTs, inclusive em projetos cooperativos ICT-Empresa, para pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação em projetos que viabilizem o gás natural do polígono do pré-sal para consumo da sociedade por meio do desenvolvimento de produtos, processos e/ou serviços inovadores nas seguintes linhas temáticas:    Separação do CO2 e outros contaminantes;    Liquefação de gás natural embarcado (Floating Liquefied Natural Gas – FLNG);    Transformação de gás natural em gás de síntese;    Transformação do gás de síntese em hidrocarbonetos líquidos (Floating Gas to Liquids – FGTL);    Uso do gás para produção de energia elétrica na boca do poço através de usinas instaladas em plataformas gas-to-wire (GTW).As propostas deverão ser apresentadas em arranjo institucional composto por uma única Instituição Proponente, pelo menos uma ICT Executora e opcionalmente uma empresa brasileira, que deverá obrigatoriamente, aportar recursos financeiros no projeto.Solicitamos que os interessados nesta seleção pública se manifestem por e-mail (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.) até o dia 28/04/2022.Lembramos que é imprescindível leitura prévia do edital e seus anexos.Atenciosamente, Cláudia Naves David AmorimDecana de Pesquisa e Inovação SubstitutaAto da Reitoria nº 0020/2022 | Publicado no Boletim de Atos Oficiais da UnB em 12/01/2022 | Documento 7583481ATENÇÃO – O conteúdo deste informe é de inteira responsabilidade de seu(s) autor(es). As dúvidas e os pedidos de esclarecimentos devem ser encaminhados à unidade que emitiu o conteúdo

A Comissão Fulbright Brasil tem o prazer de anunciar o lançamento do Fulbright Amazonia Initiative 2022-2024. Este novo programa apoia os esforços dos governos para fomentar uma Bacia Amazônica sustentável e resiliente. Por 18 meses, profissionais, pesquisadores e acadêmicos de excelência provenientes do Brasil, Estados Unidos e demais nações amazônicas vão estudar questões importantes de políticas públicas e pesquisa para o apoio à integridade do ecosistema da Bacia e para o bem-estar de suas comunidades. Se tiver experiência e interesse em temas relacionados à Amazônia considere se candidatar com um colega norte-americano para co-liderar a primeira edição desta Iniciativa da Fulbright. É uma oportunidade única para liderar esforços conjuntos de pesquisa para o desenvolvimento da Amazonia. Contate um pesquisador dos Estados Unidos e apresente uma proposta conjunta antes do encerramento das inscrições em 31 de maio de 2022. Se tiver colegas que tenham interesse em aplicar, por favor reenviem esta mensagem. As instruções para candidatura estão disponíveis em  https://fulbright.org.br/special-project/fubright-amazonia-initiative-2022-2024/ Para mais informações, consulte  Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.  Comissão Fulbright BrasilProf. Dr. Virgílio AlmeidaSecretário/SecretarySecretaria de Assuntos Internacionais/International Affairs Office - INTTel: +55 61 3107-0265www.int.unb.br/www.international.unb.brATENÇÃO – O conteúdo deste informe é de inteira responsabilidade de seu(s) autor(es). As dúvidas e os pedidos de esclarecimentos devem ser encaminhados à unidade que emitiu o conteúdo.

VII ENANPARQ - 7a11/11/2022

É com satisfação que informamos a realização do VII Encontro  Nacional da Associação de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo (VII ENANPARQ), que ocorrerá entre 07 e 11/11/2022 em São Carlos, tendo o IAU-USP como instituição sede.

Esse seminário dá continuidade a série de encontros bianuais da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo e tem como tema geral ‘Refazer, restaurar e revisar’. Nesses últimos anos o sistema nacional de pesquisa e pós-graduação foi e vem sendo atacado e aviltado de várias formas; quer em termos da drástica diminuição do aporte de recursos que deveria ser observado, quer em termos de questionamentos e ações que visam a sua desqualificação. As ações do governo federal, em parte acompanhadas por governos estaduais, quando a conjuntura sanitária em função da Epidemia do Corona Vírus exigia a máxima coordenação junto às instituições científicas e acadêmicas, caminharam no sentido contrário, ampliando o negacionismo e o obscurantismo que já haviam se manifestado anteriormente no país, junto com toda sorte de desinformação e fake news. 

As pesquisas e a pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo sofreram e sofrerão por muito tempo o impacto negativo desta situação, que ainda se encontra longe de ser resolvida. Em função disso, uma reflexão crítica sobre as possibilidades de atuação das associações e intuições de ensino e pesquisa, mais do que nunca, faz-se necessária.

 Refazer, restaurar e revisar o campo da pesquisa e da pós-graduação faz-se necessário, a realização deste conjunto semântico e seus significados devem ocorrer em conjunto com a sociedade. As ações que os dois primeiros verbos incorporam referem-se a fazer novamente e recuperar o que existia. Mas reconhecendo, de forma crítica, que o que tínhamos foi aviltado, porque também havia incompletudes, as ações implicam em refletir sobre os nossos procedimentos anteriores, e disso decorre o terceiro verbo, revisar, objetivando novas formulações. Desta forma, esses três verbos solicitam um complemento que lhes atribua um sentido, uma perspectiva. Assim, dois outros verbos juntam-se aos três iniciais, reinventar e reexistir.

Investigar uma reinvenção, que dê conta dos problemas vividos, visando propiciar um desenvolvimento social e acadêmico alicerçado nas lições, positivas e negativas, destes 200 anos e, particularmente, do último período, marcada pela vontade de reexistir, de ter voz, de ser respeitado, e de conquistar uma participação efetiva na vida política e social do país, ilumina a realização do VII Encontro da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo, para o qual convidamos toda comunidade acadêmica a participar.

O programa preliminar do evento pode ser visto a seguir:

De 24 de outubro de 2022  à 28 de outubro - Pré-evento de Cultura e Extensão no período noturno (na modalidade on-line)

Caso haja propostas de Oficinas presenciais organizadas para um público da Cidade de São Carlos, estas poderão ocorrer presencialmente, todavia, as propostas serão avaliadas pela Coordenação.

SEGUNDA-FEIRA – 07 de novembro de 2022 

Manhã

09h00-11h00

Mesas Temáticas (MTs)

 

Tarde

14h00-16h00

Mesas Temáticas (MTs)

 

Entardecer

16h00-18h00

Mesa de Abertura

Premiações

 

18h00-19h00

Sessões Livres (SLs)

Lançamentos + Exposições

 

Noite

19h00-21h00

Conferência de Abertura

 

TERÇA-FEIRA – 08 de novembro de 2022 

Manhã

09h00-11h00

Mesas Temáticas (MTs)

 

Tarde

14h00-16h00

Mesas Temáticas (MTs)

 

Entardecer

16h00-18h00

Mesas Especiais

 

18h00-19h00

Lançamentos + Exposições

 

Noite

19h00-21h00

Diálogos Cruzados

 

Fim de noite

21h00

Sessão de Cinema

 

QUARTA-FEIRA – 09 de novembro de 2022 

Manhã

09h00-11h00

Mesas Temáticas (MTs)

 

Tarde

14h00-16h00

Mesas Temáticas (MTs)

 

Entardecer

16h00-18h00

Mesas Especiais

 

18h00-19h00

Sessões Livres (SLs)

 

Noite

19h00-21h00

Diálogos Cruzados

 

Fim de noite

21h00

Sessão de Cinema

 

QUINTA-FEIRA – 10 de novembro de 2022 

Manhã

09h00-11h00

Mesas Temáticas (MTs)

 

Tarde

14h00-16h00

Mesas Temáticas (MTs)

 

Entardecer

16h00-18h00

Mesas Especiais

 

18h00-19h00

Sessões Livres (SLs)

 

Noite

19h00-21h00

I Encontro de Revistas Científicas ANPARQ

 

SEXTA-FEIRA – 11 de novembro de 2022 

Manhã

09h00-11h00

Mesa de Encerramento

 

Tarde

14h00-18h00

Assembleia Geral da ANPARQ

 

Desde o V ENANPARQ realizado em Salvador, o evento incorporou na sua programação oficinas de cultura e extensão. Esta modalidade de atividades tem sido muito importante, pois dinamiza os encontros, possibilita uma maior participação de alunos, sobretudo, da graduação e estabelece, ou potencializa o diálogo com a sociedade tendo em geral como articulação a cidade e as suas formas de produção e apropriação. O VII Encontro ao incorporar 5 dias na sua programação para a realização de oficinas (Pré-evento de 24 a 28 de outubro), pretende incrementar esta modalidade de intervenção, que adquire paulatinamente maior importância no meio acadêmico.

PROFLIN Maio 2022 - Edição em contexto remoto

http://www.ileel.ufu.br/proflin/exame/dashboard.php

O INSTITUTO DE LETRAS E LINGUÍSTICA, DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA, torna público o início das inscrições no PROFLIN - Exame de Proficiência em Língua Estrangeira e Língua Portuguesa para Estrangeiros em contexto remoto edição Maio 2022.

O exame PROFLIN: modalidade remoto maio de 2022 será realizado exclusivamente no dia 15 de maio de 2022, domingo, sem possibilidade de reedição ou de edição extra neste formato.

As datas para o PROFLIN em contexto remoto edição maio 2022 são:

https://revistas.ufrj.br/index.php/interfaces/announcement/view/727

Chamada para publicação V. 32, Nº 1 – janeiro-junho 2022

Há séculos conhecido como o continente sem História, em meados do século XX a África foi um dos centros de atenção do mundo contemporâneo por diversos motivos: a cultura e a política estiveram embricadas de modo único antes e durante o processo de descolonização, bem como posteriormente, com a finalidade de construir identidades nacionais africanas. A valorização das culturas africanas – sempre no plural, importante mencionar – estava intimamente relacionada a uma nova imagem que se queria construir e projetar para o mundo: a literatura, a música, a gastronomia, as artes e a história africana pré-colonização eram tão dignas quanto as suas equivalentes ocidentais e deveriam ser conhecidas.

Ao longo dos séculos, os signos África negro, segundo o filósofo camaronês Achille Mbembe (2018), foram esvaziados e preenchidos com imagens estereotipadas; no século XIX, por meio da “ciência” houve até quem tentasse explicar as causas do suposto atraso intelectual, moral e cultural dos africanos, resumidos simplesmente à categoria de negros. Ainda segundo Mbembe, o que houve foi uma territorialização da raça e uma racialização do território, por isso ainda hoje há quem se refira à África como o continente negro, embora tal nomenclatura seja demasiado reducionista e não dê conta das complexas relações étnico-raciais que sempre existiram no continente.

Apesar dessa perspectiva ainda não ter sido totalmente desconstruída no imaginário ocidental, o continente africano tem sido cada vez mais destacado não só no cenário econômico global – os investimentos pesados da China em países africanos indicam que o continente de onde a humanidade veio será o continente para onde retornaremos –, mas na cena cultural e do pensamento. Nomes como os dos escritores Chimamanda Ngozi Adichie e Mia Couto, do arquiteto Diébédo Francis Kéré, da socióloga Oyèrónkẹ́ Oyěwùmí são apenas alguns dos exemplos de profissionais e intelectuais que tem se destacado em seus campos de atuação.

Portanto, o presente número da Interfaces tem por objetivo acolher trabalhos que versem sobre a relação entre África e outros campos do saber (filosofia, sociologia, antropologia etc.) e da cultura (literatura, música, artes plásticas, arquitetura, etc.). A representação do continente africano, independente dos mais de 50 países que o constituem, e de seus habitantes, é igualmente do nosso interesse.

Editor convidado: Leonardo Vianna da Silva

PRAZO PARA SUBMISSÕES: 30 de junho de 2022